Diocese de Sobral - Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - Reriutaba CE
Home » » Papel do jovem na construção da paz é tema de Romaria

Papel do jovem na construção da paz é tema de Romaria

Postado por Jardel Viana quinta-feira, 15 de novembro de 2012 | 04:12

Quinta-feira, 15 de novembro de 2012,   10:10





Jovens, artífices da paz. Este é o tema da 4ª Romaria Nacional da Juventude, promovida pelo Santuário Nacional de Aparecida, que acontece nesta quinta-feira, 15, reunindo jovens de todas as regiões do Brasil.
O evento também é uma preparação para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013. De acordo com a organização, a Romaria tem a missão de ajudar o jovem a refletir e se preparar para este grande evento da juventude, levando-o a sentir-se jovem, a pensar na vida e assumir-se como instrumento construtor da paz que vem de Cristo.
Jovens, artífices da paz
A responsabilidade de serem artífices da paz foi confiada aos jovens pelo Papa Bento XVI em um dos seus encontros com a juventude. Diante desta árdua missão, fica o questionamento: como o jovem pode ser artífice da paz?
Para Irmão João Batista de Viveiros, Prefeito de Igreja no Santuário Nacional de Aparecida e membro da comissão organizadora da Romaria Nacional da Juventude, o jovem caminha para a paz quando ele toma consciência da sua dignidade, dos seus valores; quando ele busca colocar na sua vida e relacionamentos valores que edificam.
Maldades, guerras e violências
Ao analisar as realidades violentas que se estabeleceram na sociedade, é possível que muitos se perguntem: de onde vem a maldade? Deus permite que hajam guerras e violência no mundo?
Segundo Irmão Viveiros, a maldade parte da escolha que as pessoas fazem para suas vidas. "Quando o homem deixa de escolher o caminho de Deus para buscar o caminho do mal, do prazer que o leva a satisfações imediatas, este homem deixa de ser o artífice e construtor da paz e torna-se um instrumento construtor da violência e das maldades."
O religioso afirma que a violência, as guerras e as maldades não estão no projeto de Deus. "Pelo contrário, Deus tem em seu projeto a paz e a vida. Mas, quando o homem se desvia deste projeto ele passa a gerar em si toda espécie de maldades e pecado."
O jovem, como artífice, construtor da paz, deve manter, sobre todas essas realidades de violência, um olhar de esperança e jamais pensar ser impossível contemplar a paz no mundo, diz o religioso.
Para Irmão Viveiros, o jovem renova a esperança, a confiança e a fé quando olha para a cruz de Cristo e opta por seguir seus ensinamentos. Assim, ele passará a olhar o mundo de forma diferente.

A violência em São Paulo e o jovem, artífice da paz
Os meios de comunicação têm noticiado massivamente a onda de violência na região metropolitana de São Paulo onde dezenas de pessoas morreram. O jovem, cuja missão é ser artífice da paz, tem um papel a desempenhar também nesta realidade.
Para o religioso, os jovens que estão na Igreja precisam estabelecer uma aproximação com esses jovens que de alguma forma se tornaram vítimas do sistema violento afixado na sociedade.
"O jovem escuta o jovem. Precisa se aproximar daqueles que são vítimas, com essa abertura de ser no meio da juventude instrumento e tomar a consciência de que ele é artífice da paz e responsável por convidar e convocar a paz. O jovem deve ser uma presença da Igreja no meio dos outros jovens."
Segundo o religioso, cabe aos jovens cristãos serem sinal de luz nesses ambientes de trevas e de sofrimento. "É necessário sair do ambiente cristão e ir ao encontro da juventude que é vítima do mundo e se comprometer com a vida dos outros jovens que estão correndo riscos."
A Romaria
De acordo com Irmão Viveiros, a romaria contribui para uma civilização de paz. "Este é um grande momento de refletir sobre a vida. Jovens, artífices da paz são jovens que querem construir a suas vidas a partir de valores. Toda a programação da romaria quer levar o jovem a tomar consciência do seu papel de profeta no mundo de hoje."
Com as romarias anteriores, o religioso afirma ter constatado que o jovem gosta de desafios e não é possível parar um jovem bem motivado pela possibilidade de participação, de envolvimento da juventude e de crescimento. “Nada segura um jovem motivado”, ressaltou Irmão Viveiros.
A Romaria Nacional da Juventude, que está em sua 4ª edição, também quer preparar os jovens para o Hallel Aparecida Internacional que acontecerá em abril de 2013 em diferentes espaços do Santuário Nacional.


Fonte: Canção Nova Notícias.



Compartilhe nossos Artigos :

0 comentários:

Queremos sua sugestão

Deixe seu'Comentário aqui... !

Seja Mais Você também um Dizimista

Seja Mais Você também um Dizimista

Papa Francisco

Papa Francisco

Bispo Diocesano

Bispo Diocesano

Nosso Pároco

Nosso Pároco

Nossa Padroeira

Nossa Padroeira

Liturgia Diária

Faça seu Pedido de Oração

Terço Online

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Proudly powered by Blogger
Copyright © 2011. Capela de São João Batista de Riacho das Flores - All Rights Reserved
Template Design by Creating Website Published by Mas Template